Nutrição

Nutrição

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Pequi..Amar ou não o seu sabor.




O lema do pequi é amar ou odiar o sabor dele,mas as propriedades nutricionais dele são sensacionais.
Eu adoro,com arroz,frango,carne e mesmo bem refogadinho com o caldinho para comer com o arroz.

SOBRE O PEQUI

Pequi ou Souari Nut (Caryocar brasiliense) é uma fruta brasileira, de cor amarela, e tem um cheiro e sabor forte. Fruto de Pequi é uma refeição muito popular em Goiás e Minas Gerais, e pode ser comido sozinho ou com outros alimentos.

Pequi tem sido usado por brasileiros como um adicional nutritivo durante anos na preparação de alimentos e às bebidas de sabor, ou simplesmente comido cru como um lanche. O óleo de Pequi, o qual é extraído do fruto, também é utilizada como um óleo de cozinha O Pequi com arroz e frango é especialmente popular. Um óleo extraído das sementes de pequi também é utilizado como um óleo comestível.

O pequi é habitualmente consumida pela população na zona de Cerrado e está profundamente enraizado na cultura e culinária regional. Para os mineiros, os habitantes do Cerrado de Minas Gerais, o pequi não pertence a ninguém, porque ele pertence a todos.

HISTORIA DO PEQUI

O pequi ocupa um papel importante na cultura dos povos indígenas da região do Cerrado do Brasil. Como a semente leva um longo tempo para germinar, a colheita tem de ser feito de forma sustentável, com árvores de substituição cuidadosamente plantadas para manter o fornecimento.

Por isso, eles mantêm o seu direito ancestral para levá-lo onde quer que seja, em terrenos públicos ou privados, cercado na terra ou a terra não protegida, etc, onde quer que seja, o pequi sempre foi
“acessível” à sociedade regional. Desde os anos sessenta, devido à exploração madeireira e instalação em larga escala de plantações de eucalipto, o pequi e tudo o que ele representa estão sob uma ameaça séria.

1. PROTEGE O CORAÇÃO

Pequi tem um teor muito elevado de ácidos graxos monoinsaturados, que são os mesmos compostos encontrados em nozes, azeitonas e compostos orgânicos benéficos que ajudam a diminuir os níveis de colesterol no sangue e protege o nosso coração.

Oléico, linoléico e ácido esteárico são encontrados no fruto, que tudo melhorar os efeitos oxidação no corpo, o que significa que menos colesterol se acumula nas paredes das artérias e vasos sanguíneos, assim, proteger os nossos sistemas cardiovasculares de aterosclerose, ataques cardíacos, derrames e doença cardíaca coronária.

2. FONTE DE POTÁSSIO

A mistura de vitaminas e minerais, incluindo potássio, bem como os efeitos anti-inflamatórios dos ácidos naturais encontradas no fruto, pode ajudar a aliviar a pressão sobre os vasos sanguíneos e relaxar eles, aumentando desse modo o fluxo sanguíneo e aliviando a pressão sobre o coração. A inflamação pode causar constrição dos vasos sanguíneos, o que pode agravar ainda mais problemas de coração, como colesterol entupimento.

3. COMPOSTOS ANTI-INFLAMATÓRIOS

Um estudo realizado em atletas exclusivamente com a dieta de pequi, constatou-se que a inflamação geral das articulações e músculos foram reduzidas após os treinamentos. O que é potencialmente explicado pelos altos níveis de compostos anti-inflamatórios encontrado no pequi. Isso poderia ser uma solução natural para as pessoas que sofrem de artrite e outras condições inflamatórias.

4. FONTE DE VITAMINA A

O pequi é uma boa fonte de vitamina A, e como você deve saber, o beta-caroteno é um dos derivados da vitamina A. O teor de carotenóides de pequi é alto, e estes atuam como antioxidantes, especificamente nas células oculares. Isso significa que, ao comer o fruto do pequi e outros alimentos ricos em carotenóides, podemos melhorar a visão, impedindo a degeneração macular e catarata que muitas vezes são causados pelos radicais livres.

5. ÓLEO ESSENCIAL

óleo essencial de Pequi pode ser extraído das nozes / sementes dentro do mesocarpo da fruta pequi. Este óleo essencial é frequentemente incluído em xampus e hidratantes tradicionais no Brasil, mas está começando a ganhar terreno no mercado internacional também. Além disso, o elevado teor de tocoferol e de vitamina A em pequi significa que a pele e o cabelo é protegida devido às propriedades antioxidantes destes compostos.

Consumir pequi pode manter sua pele de mostrar defeitos, melhorar a cicatrização, adicionar um brilho rico para a sua pele, e prevenir os sinais de envelhecimento prematuro. Ele também tem sido tradicionalmente usado para o tratamento de eczema e lesões cutâneas.

6. FONTE DE FIBRAS

A fibra é uma parte importante de a grande maioria das frutas e legumes, e pequi não é excepção. Os altos níveis de fibra encontrados em pequi ajuda a melhorar a sua saúde digestiva por adicionar volume ao seu banco e reduzir a ocorrência de constipação, flatulência, cólicas e diarreia. Fibra também ajuda a eliminar o excesso de colesterol “ruim” do seu sistema, melhorando ainda mais sua saúde cardíaca.

7. REMÉDIO NATURAL PARA ASMA

Pequi pode ser uma solução natural para asma, extraia o óleo do fruto. Coloque de 3 à 5 gotas sobre as refeições, duas vezes por dia.

Fonte de pesquisa:http://formasaudavel.com.br

sábado, 8 de outubro de 2016

Beneficios do AÇAÍ


açaí é uma palmeira  que produz um fruto bacáceo de cor roxa, muito utilizado na confecção de alimentos e bebidas A palmeira do açaí é por vezes confundida, no estado do Maranhão, com a palmeira juçara, embora juçara seja outro tipo de palmeira, que dá palmito de excelente qualidade(Wikipédia)

O açaí possui inúmeros benefícios, mas seu consumo em excesso pode acabar prejudicando.

O açaí é uma frutinha roxa que traz muitos benefícios à saúde, além de ser altamente versátil, podendo ser usada em sorvetes, sucos, geleias, junto com cereais, sobremesas em geral ou até mesmo pura. Isso sem contar outras modalidades. Na Amazônia, por exemplo, de maneira tradicional, é consumida gelada com farinha, seja de mandioca ou tapioca. Outros até preparam pirão com a fruta a fim de comer junto com peixe assado.
Até o começo dos anos 1980, esse alimento circulava mesmo era na região norte do país, fazendo grande diferença na alimentação e na cultura do povo local. Entre os anos 1980 e 1990 passou a ser introduzido de maneira geral no mercado nacional. E, no últimos tempos vem ganhado espaço e sendo cultivado em diversos outros estados do país.
De qualquer maneira, o açaí ajuda a manter a boa saúde e a longevidade. Sendo excelente para quem tem o dia agitado, pratica exercícios físicos e gosta de se alimentar bem, fugindo do colesterol ruim e outros malefícios que uma alimentação desregrara e industrializada pode trazer. Aqui vamos conhecer as propriedades do açaí e os benefícios do seu consumo. Veremos também porque é tão bom para os atletas e como consumir sem extrapolar a quantidade diária limite. Além do mais, é evidente que descobriremos porque está a cada dia mais conquistando o Brasil.

Propriedades e benefícios do açaí

O açaí possui mais propriedades antioxidantes do que a uva e portanto, com o auxílio da vitamina E, consequentemente distribui Ômega-6 e Ômega-9, combate o colesterol ruim do corpo e melhora a circulação sanguínea. Por isso atua contra a velhice precoce e vários problemas cardíacos. Essa fruta também ajuda no combate ao câncer por possuir ácido oleico, retardando assim o desenvolvimento de tumores e contribuindo na destruição das células cancerígenas.
Outra doença que o açaí ajuda a prevenir é a osteoporose. Afinal de contas, é um alimento rico em cálcio e potássio. Ainda tem o ferro, que previne e combate a anemia, mais o fósforo, além de outros minerais.
Como toda fruta, o açaí também é uma excelente fonte de fibras. Essa quantidade presente é suficiente para que haja ótima saciedade de quem o consome. Portanto, a frutinha ajuda nas dietas. O lado que pode acarretar em algum problema a quem deseja emagrecer é o do açaí ser rico em carboidratos.
Entretanto, se a pessoa pratica atividades físicas regularmente, esses carboidratos, caso consumidos de maneira correta, isto é, sem exageros, não tendem a preocupar. A não ser que a pessoa sofra de diabetes, pois aí deverá se manter afastada mesmo. Por isso o interessante do açaí não é apenas comê-lo por comer e sim incorporá-lo numa dieta saudável, equilibrada e acompanhada de exercícios físicos regulares.
Benefícios para os atletas
Por conta disso, podemos dizer que a fruta é um verdadeiro energético natural, ao contrário de outros tantos que não são verdadeiramente energéticos e sim meros estimulantes, dando falsa impressão de energia e, quando o efeito acaba, o corpo desanima sem conseguir estabelecer uma recuperação eficaz de toda energia perdida
Ainda por cima, o açaí possui uma quantidade de cálcio elevada que, juntamente com a vitamina E, complexo B, magnésio, potássio e ferro, ajuda o atleta a manter a saúde do corpo e da mente, além de evitar diversas doenças. Isso tudo sem contar, claro, o seu benefício ao sistema circulatório, conforme vimos no tópico anterior.
Como boa fonte dos mais variados nutrientes, minerais e fibras, o açaí está entre os melhores alimentos para serem ingeridos no pré-treino para dar energia ou no pós-treino para recuperar o corpo.

Influência do açaí no desempenho esportivo

Em um recente estudo de Carvalho (2015) foram avaliadas as influências do açaí sobre o desempenho. Neste estudo, 14 atletas profissionais realizaram um teste máximo a 90% do VO2máx tomando um suco natural de pêssego ou uma bebida feita a base de açaí. O estudo buscou verificar não apenas a performance dos atletas que ingeriram tais bebidas, mas também coletaram sangue para análises clínicas mais detalhadas.
Ao final do estudo, foi possível verificar que a bebida feita a base de açaí aumentou o tempo que eles levavam para chegar ao estado de exaustão, além de ter diminuído o estresse oxidativo e aumentado a proteção contra os danos musculares causados pelo exercício.
Neste ponto, entra a pergunta que não quer calar. Aquele alimento a base de açaí, mas repleto de outras coisas como  açúcar e leite condensado , teria o mesmo efeito? Provavelmente não. O estudo se realizou buscando um alto nível de pureza da fruta. Misturas podem comprometer a qualidade do que você está ingerindo e consequentemente, seus efeitos!

Fonte de pesquisa:
:http://www.treinomestre.com.br/





Benefícios do Rabanete

Acredita-se que o Rabanete se originam no sul da Ásia,Rabanetes eram conhecidos na Europa antiga e Egito também. Graças ao seu tempo de crescimento rápido (normalmente tendo apenas 30-45 dias a partir de sementes de rabanete)



Benefícios do Rabanete Na Prevenção do Câncer: 
Os Rabanetes são conhecido como vegetais crucíferos. Estudos mostram que os Rabanete são ricos em antioxidantes e outros compostos em vegetais crucíferos ajudar na prevenção do câncer. Além disso, Rabanetes são ricas em fibras, o que ajuda a combater o câncer de cólon, enquanto que compostos conhecidos como isotiocianatos afetar vias genéticas nas células cancerosas, mesmo induzindo a apoptose (morte da célula cancerosa).
Benefícios do Rabanete Para Coração: Estudos descobriram que os antioxidantes noRabanetes podem reduzir os níveis de colesterol no organismo, que por sua vez irá reduzir o risco de doença cardíaca e ataque cardíaco.
Benefícios do Rabanete Para Saúde Digestiva: Os Rabanetes estimular a produção de bile. Manter um nível de produção de bílis saudável é benéfica para a digestão, bem como o fígado e a vesícula biliar. Além disso, Rabanetes pode ser usado para tratar a obstipação, porque eles são muito ricos em fibra.
Rabanete é um Desintoxicante: Os Rabanetes  são indicados como sendo bom no tratamento para icterícia, pois eles podem ajudar a purificar o sangue e aumentar os níveis de oxigênio.
Rabanete é um Diurético:  Os Rabanetes são um diurético natural, Além disso ele ajudar com a função renal e hepática e pode ser benéfica no tratamento de desordens urinárias
E você gosta de rabanete?
Se não come rabanete com frequência, não sabe o que está perdendo.
O rabanete é ótimo para a saúde de órgãos como:
- Fígado
- Vesícula biliar
- Tireoide
- Aparelho digestivo
Além disso, tem propriedades maravilhosas, capazes de rejuvenescer os tecidos da pele.
Para que você tenha conhecimento do poder desse vegetal, separamos alguns de seus benefícios:
1. É ótimo para a digestão, pois ajuda o corpo a absorver nutrientes, eliminar toxinas e excesso de resíduos.
2. Melhora a saúde do fígado, tratando hepatite e dissolvendo cálculos biliares
3. Acaba com a sensação de peso no estômago
4. Combate sinusite e melhora a respiração
5. Trata constipação e regula a flora intestinal
6. Combate colesterol ruim, triglicerídeos e excesso de peso
7. É um poderoso depurativo
8. Dissolve cálculos renais e pedras nos rins (ensinaremos a receita)
9. Ajuda a controlar a glicemia
10. Ajuda no funcionamento da glândula tireoide, que regular o metabolismo do corpo, pois é rico em iodo.
11. Ajuda a tratar hipotireoidismo
12. Reduz a oxidação de gorduras e evita o desgaste precoce das células e tecidos.
13. Melhora a circulação sanguínea
14. Combate a anemia, artrite, câncer de cólon, ciática e câncer nos rins
15. Cuida de alergias infantis
Agora que você já sabe as inúmeras vantagens do rabanete, aprenda duas receitas especiais:




Fontes de pesquisa:

Cura pela Natureza
http://www.saudedica.com.br/











segunda-feira, 3 de outubro de 2016

NOTÍCIA -CIRURGIA DE ALZHEIMER FEITA NA PARAÍBA - RECUPERA MEMÓRIA



CIRURGIA DE ALZHEIMER FEITA NA PARAÍBA - RECUPERA MEMÓRIA





Viajando pela Web, vi essa matéria e fiquei encantada com as possibilidades de cura dessa doença tão complicada,e está ela aí para todos ,uma evolução na medicina.

Pela primeira vez,foi na Paraíba onde foi realizada a ‘estimulação cerebral profunda’ em  umpa ciente com mal de Alzheimer. A cirurgia é capaz de parar a evolução da doença e recuperar as funções da memória quando o problema está em estágio inicial. 

A intervenção aconteceu no dia 11 de dezembro, no Hospital Napoleão Laureano, em um paciente de 77 anos. Estima-se, no Brasil, 1 milhão e 200 mil pessoas com Alzheimer.

De acordo com o neurocirurgião Rodrigo Marmo, que realizou a cirurgia, a melhora da função da memória é comprovada e tem se mostrado em ressonâncias realizadas nos pacientes um ano depois da operação. “Há um aumento do volume do hipocampo, que é a parte do cérebro que controla a memória”, observou. Os médicos também se baseiam num exame chamado PET-Scan, que mede o metabolismo cerebral. Ele se modifica após a cirurgia no paciente com Alzheimer, e áreas da memória que estavam com pouco metabolismo se tornam mais ‘quentes’, segundo o especialista.

Antes do paciente se submeter à cirurgia, a família até pensou em ir para o Canadá, mas o médico explicou que ela poderia ser feita aqui e, após todos os exames necessários, realizou o procedimento. O idoso estava perdendo a memória e a medicação que tomava há um ano e meio fazia pouco efeito.

A família preferiu não identificar o paciente, mas a esposa dele afirmou que, ao saber da possibilidade da cirurgia, todos ficaram entusiasmados. “Tínhamos a opção de investir na cirurgia, cujos benefícios ainda não podemos ver, ou ficávamos na administração normal da medicação sem saber o destino. Optamos por lutar pela cirurgia. Fomos à Justiça e conseguimos que fosse realizada”, comemorou.

A cirurgia
O Implante de Estimulador Cerebral Profundo, foi uma cirurgia usada inicialmente para outra doença: o Mal de Parkinson.
Em 2008 especialistas de Toronto, no Canadá, passaram a usar a técnica experimentalmente em 6 pacientes com Alzheimer – 
Os resultados positivos atraíram atenção de  especialistas americanos ,e de lá pra cá, juntos, especialistas dos dois países “já fizeram a cirurgia em 42 pacientes. 

Ela não é mais considerada experimental”, alerta o médico brasileiro.


Resultados. O paciente paraibano foi operado na manhã da sexta-feira e recebeu alta no domingo, sem intercorrência neurológica. A melhora é progressiva, mas só após 30 dias é possível perceber alguma evolução. “Acho que o grande desafio foi o fato de ter sido uma primeira cirurgia desse porte no Brasil”, destacou o neurocirurgião Rodrigo Marmo.


Casos podem ser prevenidos 

É possível prevenir o mal de Alzheimer em alguns casos. O neurocirurgião Rodrigo Marmo explicou que existe o fator genético, que influencia e não é modificável, e há os modificáveis. Pacientes que têm um grau de escolaridade maior, que têm mais leitura, que trabalham mais a mente de alguma forma, até com palavra cruzada, têm menos Alzheimer dos que os pacientes com baixa escolaridade.



“Isso é evidência. Previne Alzheimer e retarda em quem tem a doença. Essa é a principal forma de prevenir, além de ter hábitos de vida saudáveis, como praticar atividade física, ter um bom relacionamento familiar, com os colegas, participar de grupos de igrejas, encontros de casais. Isso tudo retarda a evolução do Alzheimer, comprovadamente”, disse o médico.


Pacientes depressivos, segundo ele, têm mais tendência a evoluir para doença de Alzheimer. “Temos que fazer o diagnóstico diferencial. Quando um paciente chega com perda de memória é suspeita de Alzheimer. Para confirmar, tem que afastar outras coisas”, destacou o 

Fase inicial: 


Lapsos na memória recente;
Mudanças de comportamento (o introvertido fica falante e vice-versa);
Senso de direção comprometido;
Atitude mais agressiva que o normal;
Dificuldade de fixar novas informações;
Teimosia: diz que não há nada errado com ele.

Fase intermediária:

Perda de memória se intensifica;
Repetição infinita de informações;
Dependência física para desempenhar atividades simples;
Se tornam penosas ou perigosas;
Estranhamento da própria casa e dos pertences;
Alternância de momentos de lucidez e confusão mental;
Estresse, depressão e agressividade ao ser contrariado;
Esquecimento de palavras óbvias. Vocabulário prejudicado.

Fase avançada:


Dependência física total;
O paciente não anda e quase não fala;
Não reconhece ninguém, nem a si mesmo;
Aparecimento de feridas, pneumonia, infecções e problemas de circulação;
A deglutição fica prejudicada.


Fonte de Pesquisa:
http://correiodaparaiba.com.br/
http://www.sonoticiaboa.com.br/

domingo, 2 de outubro de 2016

PRIMEIROS SOCORROS - AVC-Uma Agulha Pode Salvar










Acho que na hora que ocorrer algo assim, vale a pena tentar tudo para salvar a pessoa!!! Uma agulha pode salvar uma vítima de derrame!!!! Vale a pena 2 min de leitura Uma agulha pode salvar a vida de um paciente com princípio de derrame....dito por uma professora chinesa

Guarde uma seringa ou uma agulha para fazer isto - é um método inconvencional para recuperar alguém de um derrame.

Quando um derrame estiver a ocorrer fique calmo. Independentemente de onde a vitima estiver, não o/a mova de lugar. Quando o derrame acontece, as veias capilares no cérebro vão-se gradualmente rompendo - (Irene Li) Se a pessoa for movida os capilares vão se romper. Ajude a vitima a ficar de pé para prevenir que ela/ele volte a cair e o derrame comece de novo.

Se tiver na sua casa uma seringa melhor. Se não tiver, pode usar uma agulha de costura ou um alfinete estreito. 1. Aqueça a agulha/ alfinete para esterilizar e depois dê uma alfinetada em todos os dedos das mãos do paciente. 2. Não há pontos específicos nos dedos para a acupuntura, mas pode picar 1 milímetro perto da unha. 3. Pique até o sangue começar sair. 4. Se o sangue não começar a sair, então aperte com os dedos. 5. Quando todos os dedos começarem a sangrar, espere alguns minutos e depois puxe as orelhas do paciente até ficarem vermelhas. 6. Pique cada um dos lóbulos das orelhas até começar a sair uma gota de sangue de cada lóbulo. Depois de alguns minutos a pessoa começará a recuperar os sentidos.

 Espere até que recupere o estado normal e leve-o para o hospital. Se for levado à pressa para o hospital, a viagem turbulenta vai fazer com que os vasos capilares no cérebro se rompam. "Eu aprendi a tirar gotas de sangue para salvar vidas através de um médico de medicina tradicional chinesa. Ele chama-se Ha Bu Ting. Mais tarde tive experiência pratica sobre o assunto e posso dizer que este método é 100% eficaz. Em 1979, eu era professora no colégio de Fung Gaap em Tai Chung. Uma tarde, um outro professor veio correndo para a minha sala e disse "Sra. Liu, venha rápido, o nosso supervisor teve um derrame!" Eu fui imediatamente para o 3º andar. O Sr. Chen Fu Tien estava pálido, o seu discurso era feito através de sussurros, a boca torta - sintomas de um derrame. Imediatamente pedi a um dos estudantes para ir a uma farmácia comprar uma seringa, que usei para picar o Sr. Chen em todos os dedos. Quando todos os dedos estavam a sangrar (cada um dos dedos com uma gota de sangue do tamanho de uma ervilha), o Sr. Chen começou a recuperar a sua cor. Mas a boca continuava torta. Então, eu puxei as orelhas dele para enche-las de sangue. Quando as orelhas dele começaram a ficar vermelhas, eu piquei o lóbulo da orelha direita por 2 vezes para saírem duas gotas de sangue. E depois o lóbulo da orelha esquerda. Dentro de 3 a 5 minutos o formato da boca voltou ao normal e a sua maneira de falar tornou-se clara.

 Nós o deixamos descansar algum tempo e o levamos para o hospital. Ele ficou lá em repouso por uma noite e no dia seguinte deram alta para dar aula. Tudo correu normalmente. Não apareceu nenhuma doença derivada do primeiro Socorro que lhe foi aplicado. Por outro lado, normalmente as vitimas de derrame sofrem danos irreparáveis nos capilares do cérebro durante o percurso para o Hospital. Como resultado essas vitimas nunca se recuperam. (Irene Liu). Por isso, o derrame é a segunda maior causa de morte. Os que têm sorte podem sobreviver, mas ficam paralíticos para toda a vida.

 È coisa horrível de acontecer na vida de alguém.

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Como Emagrecer com Calorias Negativas.





Nem todo alimento é inimigo da dieta e merece atenção redobrada na hora do consumo. 
Além de nutritivos, alguns legumes, verduras e frutas são aliados da balança e têm calorias negativas. Isso porque, eles possuem menos energia do que gastam durante a digestão. “É uma fração calórica destinada à própria digestão e metabolização, o que também é chamado de efeito térmico”, explica a nutróloga Liliane Oppermann.
Desta forma, surgiu há alguns anos nos Estados Unidos e com alguns adeptos no Brasil a dieta “Negative Calorie Diet” (dieta de caloria negativa, em tradução livre). A ideia é de que estes alimentos teriam maior gasto calórico durante o processo de metabolização do que o seu conteúdo de calorias totais. Entretanto, sem comprovação científica e sucesso no tratamento da perda de peso.


Que alimentos seriam estes “velhos conhecidos”
- Hortaliças A: alface, repolho, espinafre, bertalha, berinjela, cogumelos, couve-flor, brócolis, aipo, nabo, aspargos, agrião, pepino, alho...
- Hortaliça B: cenoura ralada (maior rendimento e mais fibras do que cozida), vagem e abobrinha
- Frutas: principalmente as vermelho arroxeadas – morango, jabuticaba, framboesa, “berries”, melão, melancia (frutas que contém muita água) maçã, grapefruit.


ESTES ALIMENTOS NÃO SÃO EMAGRECEDORES, não basta ingeri-los para conseguirmos emagrecer. Eles devem ter o uso estimulado pelo valor calórico reduzido, podendo ser consumidos em maior quantidade e de forma mais livre, geram saciedade, possuem alto teor de fibras, vitaminas e minerais. Mas lembre-se do cuidado no preparo, evitando a utilização de óleos/gorduras/ frituras. Dê preferência as hortaliças cruas, cozidas no vapor, assadas ou em refogados rápidos com pouquíssima gordura (por exemplo no aA eficácia da perda de peso está relacionada ao BALANÇO ENERGÉTICO NEGATIVO, através da redução da ingestão calórica dos alimentos e aumento o gasto energético através do exercício físico regular.
Não confundir "alimentos com calorias negativas" (não existem) com alimentos termogênicos:
Muito se fala do efeito térmico dos alimentos (alimentos termogênicos) que é o aumento no gasto energético medido pelo calor produzido após ingestão de alimentos para que ocorra a digestão, absorção e armazenamento dos substratos energéticos e representa cerca de 5 a 10% do gasto energético total do indivíduo.
Faça uma alimentação baseada nos alimentos da lista abaixo e em 15 dias comprove o efeito das calorias negativas.
Hortaliças: aspargo, brócolis, cenoura, couve-flor, repolho, alface, cebola, espinafre, nabo, pepino, pimenta vermelha, chicória, salsão e berinjela,abobrinha.
Frutas: grapefruit, limão, goiaba, mamão papaya, pêssego, melão muskmelon, morango, tangerina, melancia, tangerina, cassis, framboesa, amora preta e ameixa.
Atenção: Esta dieta não deve ser exclusivamente feita com estes elementos, mas sim baseada neles.

Fontes de Pesquisa:
Site:Tua Saúde
Site:Saúde.Terra